quarta-feira, 1 de outubro de 2008

ALMA CIGANA

Minha alma cigana,
É morada do meu amor,
É luxúria, fogo e ternura,
É estrela, raio, esplendor...
Dança de corpos sedentos,
De desejos ardendo... Campos floridos e beijos!
Minha alma cigana É movida à paixão...
Guerra e encantamento...
Barco navegando na ilusão!
Fogueira de mil labaredas,
Pomba voando na imensidão,
Não tem limites, nem freio...
É escrava do coração!...
Livre, livre como o vento!
Amante do amor total...
Entrega por inteiro...
Cálida rosa, feroz animal!
Alma cigana Impetuosa melada, feiticeira...
Em uma noite de amor, prende seu cigano pela vida inteira!



Autora: Mary Trujillo