sábado, 29 de outubro de 2011

Gesto de amor.

Um dia, quando suas filhas já
eram grandes, uma mãe quis
comprovar o que havia ficado
de sua educação nos anos da
infância.
Ela tinha se esforçado para
lhes inculcar palavras como
"obrigada" ou " desculpe "
que desejava que fossem, para
elas, fundamentais.
Contudo, aquelas frases não
tinha tido a importância
decisiva que ela esperava.
De repente, uma das filhas
disse: " Do que me lembro
muito bem, são das meias ".
A mãe se surpreendeu: " O
que acontecia com as meias? "
A filha lhe explicou: A Senhora
vinha de manhã nos acordar.
Nós ainda estávamos cheias de
sono e de preguiça e
colocávamos só um pé pra
fora dos lençóis.
Então, a Senhora nos colocava
uma meia. Depois colocávamos
o outro pé pra fora e a
Senhora nos colocava a outra
meia, enquanto nós íamos
acordando.
Disso sim eu me lembro " .
A mãe ficou pensando que as
palavras eram apenas palavras
e que o vento as levava. E
que, por sua vez, um gesto de
AMOR fica para sempre.


José Luis Martín Descalzo

Nenhum comentário: