domingo, 29 de julho de 2012

DE LOBA PARA LOBAS...


Conforme as etapas de vida vão passando a gente passa a entender os diversos tipos de
"Eu te amo pra sempre", que a gente recebe ao longo da vida,
a gente começa a enxergar mais o conteúdo de quem diz do que a quantidade dita, pois bem! Houve um tempo em que o "eu te amo para sempre"
me fazia suspirar acreditando num conto de fadas onde os filhos teriam a mistura do nome do pai e da mãe, conforme fui amadurecendo comecei a senti o "eu te amo para sempre"
visando uma vida a dois, onde tudo era só flores, sexo todos os dias e mãos dadas na areia da praia, muitas etapas desse
"eu te amo para sempre" se passaram e a cada decepção, a cada mudança de conceito e a cada renúncia, eu amadurecia mais, e, hoje, aquele "eu te amo para sempre", se
transformou em eterno, sim!
Mas só quando eu me olho no espelho pra dizer a mim mesma: "EU TE AMO PARA SEMPRE!"...
Hoje não sou mais aquela
garota iludida, a mulher que me soma hoje tem uma roupagem
revestida de amor-próprio, e toda e qualquer forma de amor que viver até mim, virá depois de mim. Porque hoje eu venho em primeiro lugar. E qualquer
resquício de amor alheio me ilude menos do que nos velhos tempos.

(Keila Sacavem)

Nenhum comentário: