terça-feira, 3 de junho de 2008

SE EU FOSSE UMA ANJA...


Se eu fosse uma anja...

Eu traria a paz ao seu coração.

Eu transformaria a pomba da Paz em pétalas de rosas perfumadas de amor, embalando a sua vida em uma eterna valsa de amor.

Se eu fosse uma anja...

Eu deixaria o azul do céu estrelado com o verde do mar percorrerem a sua mente e assim as lembranças tristes iriam dar adeus à você.

Se eu fosse uma anja...

Eu escreveria em letras singelas e multicoloridas o quanto você merece ser feliz... E essas letras jamais seriam apagadas... Elas seriam eternas.

Se eu fosse uma anja faria você acreditar que a felicidade chegará e assim você nem perceberá que os momentos angustiantes que pareciam eternos eram sinais para fortalecer o seu ser interior.

Se eu fosse uma anja...

Eu seria testemunha de que o seu sorriso se tornará ainda mais doce e que a sua bondade ficará eternamente estampada em outras almas.
****************
Publicação cedida e autorizada pela autora Débora Villela Petrin

Nenhum comentário: