sexta-feira, 21 de março de 2008

REVERÊNCIA AO DESTINO



Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.
Fácil é dizer "oi" ou "como vai?"
Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas...
Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.
Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama.
Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é ditar regras.
Difícil é seguí-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.
Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta.
Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro.
Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.
Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado.
Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.
Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.
***************

REVERÊNCIA AT DESTINATION



Speaking is quite easy, when you have in mind that words express your opinion.
Difficult is expressed by gestures and attitudes that really want to say, how we say, before the person go.
Easy is judging people being exposed by the circumstances.
Difficult is to find and reflect on their mistakes, or try to do something different that has done much wrong.
Easy is being colleague, a company make someone, say what he wants to hear.
Difficult is to be friend to all hours and always tell the truth when it is needed. And with confidence in the case.
Easy is to analyze the situation and be able to advise others about this.
Difficult is experiencing this situation and know what to do. Or have the courage to get.
Easy is to show anger and impatience when something lets angry.
Difficult is to express your love for someone who really know you, respect you and you understand. So it is that people lose special.
Easy is lying to the four winds which tried to camouflage.
Difficult is lying to our heart.
Easy is to see what we see.
Difficult is how we iludimos with what achávamos have seen. Admitting that the left lead, once again, it is difficult.
Easy to say "oi" or "as vai?"
Difficult to say "goodbye". Especially when we are guilty by the departure of someone of our lives ...
Easy embrace it, squeeze their hands, kissing, eyes closed.
Difficult is feeling the energy that is transmitted. That takes account of the body as an electrical current when played the right person.
Easy is wanting to be loved.
Difficult is only love completely. Love of truth, not afraid to live without fear of later. Amar and if deliver. And learn to value only to those who love you.
Easy to hear the music that plays.
Difficult to hear its conscience. Acenando all the time, showing our choices wrong.
Easy is dictating rules.
Difficult is follow them. Having the exact notion of our own lives, instead of having notion of the lives of others.
Easy is to ask what you want to know.
Difficult is to be prepared to hear this answer. Or want to understand the answer.
Easy is cry or smile when it will.
Difficult is smiling with determination to cry, laugh or cry of joy.
Easy is to a kiss.
Difficult is to deliver the soul. Frankly, in full.
Easy is leaving with several people throughout life.
Difficult is understood that very few of them will accept you as you are and make you happy in full.
Easy is occupy a place in the phone book.
Difficult is at the heart of someone. Learn who is really loved.
Easy is dreaming every night.
Difficult is fighting for a dream.
Eternal is all that lasts a fraction of a second, but with such intensity, which petrifica, and no force ever to recover.

Nenhum comentário: